top of page
Buscar

Liberando o poder de serviços avançados na drupa 2024*




Já se foi o tempo em que as gráficas e convertedores se concentravam exclusivamente na produção de produtos tangíveis. A indústria está testemunhando uma mudança de paradigma à medida que as empresas adotam serviços avançados que vão além dos domínios convencionais. Imagine uma gráfica ou convertedor que não apenas fornece impressões de alta qualidade, mas também se integra perfeitamente às operações de seus clientes, otimizando processos e reduzindo custos. Novos modelos de negócios são um dos conteúdos que você encontrará na drupa 2024.

 

 

A principal responsabilidade de uma gráfica atualizada é produzir impressões de alto nível por meio da utilização de maquinário de última geração, equipe competente, padronização de processos e fluxos de trabalho integrados, tudo adaptado para atender às necessidades exclusivas dos clientes. No entanto, os desafios crescentes da diminuição do volume de impressões e das exigências dinâmicas do mercado estão aumentando a concorrência, resultando muitas vezes na diminuição dos lucros. Muitas gráficas estão descobrindo que enfrentar esse desafio envolve não apenas aumentar a produtividade por meio de atualizações tecnológicas e reduzir desperdícios, o que normalmente é essencial. Estão também adotando uma abordagem transformadora, indo além da mentalidade tradicional do processo de impressão para se integrarem nos processos empresariais dos clientes como fornecedores de soluções abrangentes.

 

Apesar das gráficas serem referidas como prestadoras de serviços de impressão e não como fabricantes, muitas delas são de fato fabricantes, especialmente aquelas envolvidas no segmento de embalagens. Na verdade, a maioria das gráficas é centrada no produto, priorizando produtos em vez de serviços, embora ofereçam serviços tradicionais até certo ponto, como verificação de arquivos, impressão de provas, mokups e melhorias de design.

 

O termo “serviço” pode ser interpretado de diversas maneiras. Pode denotar uma ação bem executada (“sua entrega foi no prazo, bom serviço”) ou referir-se a uma atividade (design, controle de qualidade, atendimento). O serviço está no centro da economia atual, à medida que os fabricantes passam de centrados no produto para centrados no serviço. Essa transição envolve oferecer produtos como serviços ou desenvolver serviços a partir de seus produtos, realizando uma transformação interna e uma mudança de mentalidade nas organizações industriais tradicionais, conhecida como processo de servitização.

 

Esta mudança não é inteiramente nova. Em Fevereiro de 2014, o relatório drupa Global Trends afirmou: "A indústria gráfica está no meio de uma transição de uma indústria orientada para os produtos para uma indústria orientada para os serviços. É clara a procura de novas soluções e modelos de negócio que reflitam melhor as necessidades dos clientes."

 

Embora possamos nos referir a uma gráfica como uma prestador de serviços, as organizações verdadeiramente centradas em serviços devem incorporar novas camadas de serviços para conservar as suas capacidades de produção. Precisam  desenvolver os chamados serviços avançados, que apresentam novas oportunidades e fluxos de receitas rentáveis e contínuos.

 

Serviços avançados são aqueles que substituem ou melhoram processos críticos de negócios dos clientes, ajudando-os a reduzir custos ou a gerar novos fluxos de receitas. Ao contrário dos serviços tradicionais de valor acrescentado, os serviços avançados envolvem trabalhar em estreita colaboração com os clientes com base em contratos de longo prazo ou implementar soluções amplamente utilizadas pelos clientes nos seus negócios.

 

A Antilhas, fabricante brasileira de embalagens, gerencia meticulosamente todas as operações logísticas das cadeias de suprimentos de diversas franquias de marcas. Eles auxiliam seus clientes em todas as etapas, desde a conceituação e design até o armazenamento e entrega nacional das embalagens de vendas para cada loja franqueada. Indo além da mera logística, eles mantêm comunicação direta com todas as lojas franqueadas licenciadas, atendendo com eficiência os pedidos e auxiliando os franqueadores na previsão de vendas. Com uma infraestrutura logística abrangente instalada, eles ampliam seus serviços para distribuir produtos para outros clientes, alavancando seu amplo alcance de mercado. Seu modelo de negócios inovador permite que os clientes agilizem os processos de desenvolvimento e distribuição de embalagens, terceirizando-os. Além disso, a Antilhas prioriza os processos de produção gráfica, investindo consistentemente em tecnologia de ponta e em pesquisa e desenvolvimento. Notavelmente, eles detêm patentes mundiais em impressão flexográfica, demonstrando o seu compromisso com a excelência. Embora ofereçam uma gama diversificada de produtos, eles continuam focados em fornecer soluções de serviços avançadas, em vez de servir apenas como impressores de embalagens.

 

É sempre uma tarefa desafiadora desenvolver um novo mercado de impressão, especialmente se o abordarmos da perspectiva de fabricantes de produtos e não de prestadores de serviços avançados. Vejamos, por exemplo, o mercado de papel de parede na indústria decorativa. Tradicionalmente, o papel de parede é vendido em lojas de departamentos e de decoração, normalmente produzido por meio de impressão em rotogravura em grande volume. No entanto, com o avanço da impressão digital, surgiram novas oportunidades para papéis de parede personalizados. Essas ofertas estão disponíveis em sites especializados, permitindo que os clientes co-criem ou escolham opções pré-concebidas.

 

Nesse contexto, a Criativando, gráfica que nasceu como startup em Bassano, vila com 9 mil habitantes no sul do Brasil, identificou e se direcionou a clientes específicos no mercado de papel de parede. Eles construíram um negócio inteiro em torno disso, baseado em serviços avançados. Inicialmente apoiadas por empresas de capital de risco, depois de desenvolverem o seu modelo de negócio e conceitos, agora abastecem todo o país. Continuam a se expandir oferecendo produtos atrativos relacionados ao mercado decorativo, incluindo projetos completos para ambientes individuais, residências inteiras ou escritórios, incluindo móveis.

 

Sua clientela é composta principalmente por arquitetos cujos clientes são pessoas físicas de alta renda. A Criativando desenvolveu uma plataforma onde mais de 6.000 arquitetos (entre 100.000 cadastrados) podem desenvolver seus projetos com o apoio de uma equipe especializada. Os arquitetos têm a opção de escolher ideias pré-concebidas ou criar projetos totalmente personalizados. Para dar vida a esses projetos, a Criativando colabora com 17 gráficas franqueadas localizadas em todo o país. Um sistema de geolocalização na plataforma atribui o projeto à impressora mais próxima. Essas gráficas franqueadas utilizam impressoras de grande formato padronizadas com matéria-prima fornecida pela Criativando. Os designs de papel de parede podem incluir recursos como Realidade Aumentada ou aromas específicos, melhorando a experiência geral.

 

Sua plataforma serve como base dos serviços avançados que oferecem aos seus clientes: arquitetos, designers de interiores, decoradores e lojas, promovendo relacionamentos de longo prazo e agregando valor significativo ao longo do tempo.

 

Há um número crescente de gráficas em todo o mundo que oferecem serviços avançados ou estão explorando oportunidades neste campo. Na América Latina, vários outros exemplos incluem a Mariscal no Equador, especializada no desenvolvimento de projetos para seus clientes; Cadena na Colômbia, que não só fornece impressão transacional, mas também oferece sistemas digitais de folha de pagamento e faturamento; Litoplas no México, conhecida por suas soluções inovadoras de embalagens para seus clientes; e Meta Brasil, com sede em São Paulo, que desenvolveu a plataforma UmLivro. Esta plataforma permite a venda e impressão de livros de editoras de todo o mundo, diretamente para a Amazon e outras livrarias digitais, bem como para livrarias e consumidores finais.

 

A Drupa 2024 oferece uma excelente oportunidade para mergulhar em novos modelos de negócios e familiarizar-se com serviços de ponta. A exposição funciona como uma verdadeira explosão tecnológica, catalisando a transformação da indústria. Os fóruns especiais da Drupa, drupa Cube e drupa DNA, entre outros, funcionam como um centro central para tendências e ideias inovadoras, hospedando apresentações e facilitando conexões entre pessoas que têm o potencial de inspirar novas abordagens que vão além da impressão. Ao aproveitar a impressão como base, os participantes podem cultivar um portfólio abrangente de serviços adaptados para atender às diversas necessidades dos clientes.

 

 

·      Artigo publicado en 27 de febrero no blog da drupa: https://www.drupa.com/en/Media_News/drupa_blog

1 visualização0 comentário

Comments


bottom of page